All for Joomla All for Webmasters

A Ao vivo

Previous Next

Lee Fields - Cine Joia (08.06.17)

User Rating: 0 / 5

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

Existem artistas que só de olharmos no palco somos capazes de se emocionar. Lee Fields é um deles. Soulman de primeira categoria, vem construindo uma história tão brilhante quanto o legado de um gênero que parece ter aberto uma fissura no tempo esperando renovação e tentando se aproximar novamente do público mais jovem.

Lee Fields conseguiu. Depois de emplacar bons álbuns como My World (2009) e Faithful Man (2012), engatando turnês que justificaram plenamente o apelido de “Little JB” que Lee ganhou ainda na década de 70. 

No Cine Joia na última noite de 8 de junho, Lee trouxe ao Brasil sua incrível banda, o The Expressions, e faixas de seu último disco, o bom Special Night, que serviu de base para um show que, se não arrebatou seus fãs mais antigos, ao menos garantiu um público ainda maior em solo brasileiro.

No palco com poucos minutos de atraso, após um breve problema técnico, Lee Fields sabe como conquistar o público. Com um timbre impressionantemente parecido com o de James Brown, o soulman apresentou de cara faixas como I'm Coming Home, Work to Do e Let Him In, todas de Special Night, que assim como sua faixa-título foi bem recebido e manteve o nível dos trabalhos anteriores de Lee Fields.

Talk To Somebody, faixa de Emma Jean (2014), foi responsável pelo primeiro bom momento da noite, que contou ainda com faixas consagradas do repertório do soulman como Don't Leave Me This Way.

Apostando em um repertório centrado em seu último lançamento, Lee conseguiu interagir de forma eficiente em boa parte do tempo, além de exibir seu poderio vocal em gritos que comprovam nitidamente sua boa fase. O único senão foi justamente esse processo, que acabou abandonando pérolas de seu repertório, algo que não aconteceu quando veio ao país na última vez.

O show curto, de pouco mais de uma hora, ainda contou com a lindíssima Faithful Man, em uma versão intensa e dramática, justamente como deveria ser.

E em mais uma passagem pelo Brasil, Lee Fields cravou seu nome no calendário de uma forma que poucos artistas são capazes. Garantia de boa música, o soulman americano parece se consolidar a cada lançamento como um dos grandes nomes dessa safra, que segue em plena atividade.

Mesmo que não seja James Brown, Lee Fields mostrou que da água que Mr Dynamite bebeu ainda existe muito a ser conferido.

A música passa por aqui.

Email:

contato@revistasom.com.br

Fone:

11 98022.7441

Mídias Sociais