All for Joomla All for Webmasters

A Ao vivo

Previous Next

Ian Anderson's Jethro Tull - Teatro Bradesco (10.10.17)

User Rating: 0 / 5

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

O que faz uma banda de rock ser clássica? A quantidade de discos? A solidez de seu material pós-80? Ou a capacidade de se reinventar ano após ano sem abandonar as raízes que o consagraram?

No caso do Jethro Tull tudo isso conta dentro do legado irrepreensível de uma banda que nunca teve a popularidade de um ícone do rock progressivo ou até do folk, fios condutores da sua música. Liderado por Ian Anderson, que hoje coloca seu nome a frente do próprio grupo, o Jethro Tull parecia caminhar para uma aposentadoria repleta de improvisos que pareciam não chamar mais a atenção do público como há algumas décadas. Ledo engano.

Depois de incursões pela música clássica (paixão intrínseca do líder da banda) e apresentações interativas, Ian Anderson parece ter novamente encontrado o fôlego que precisava para revisitar seu repertório sem decepcionar os fãs. Foi o que aconteceu na última noite de 10 de outubro, quando a banda subiu ao palco do belíssimo Teatro Bradesco, em São Paulo.

Acompanhado pelo virtuoso Florian Opahle (guitarra), o bom Scott Hammond (bateria), e os experientes John O'Hara (piano, acordeon e voz) e David Goodier (baixo), Ian Anderson repassou sua história com um vigor que impressionou até mesmo quem já havia visto suas performances na década de 80 e 90, com um repertório feito sob medida para gregos e troianos.

Revisitando faixas emblemáticas da história do Jethro Tull, Ian Anderson dá exatamente o que o seu público quer, agregando apenas o mínimo possível de seu passado recente. Depois de uma turnê que celebrou o álbum Thick As a Brick (que foi responsável por um dos grandes momentos do primeiro set) em um show praticamente multimídia, dessa vez apenas Heavy Horses e Aqualung ganharam os questionáveis vocais adicionais de artistas escalados virtualmente. Nada que comprometesse clássicos tão fortes da carreira da banda.

Adaptando bem sua voz aos 70 anos que lhe pesam às costas, Ian Anderson ainda impressiona como um frontman dos mais incríveis do mundo do rock. Rock esse que o transformou em um trovador do novo século, alguém que se recusa a sentir o peso do tempo.

Dividindo o repertório do show em duas partes de aproximadamente uma hora, Ian Anderson trouxe praticamente todos os grandes clássicos logo de cara. Living With the Past, Too Old to Rock 'n' Roll, Too Young to Die, Songs from the Wood e Bourrée in E minor foram destaques, mas faixas mais recentes como Banker Bets, Banker Wins, extraída da segunda parte da obra Thick As A Brick, não fizeram feio dentro de um repertório sólido e diverso.

Após uma pausa de 20 minutos, Ian e sua banda retornaram para mais uma avalanche de clássicos que surpreenderam pela ousadia. Pastime With Good Company, releitura da peça escrita pelo rei Henrique VIII nos primeiros anos do século XVI e regravada pelo Jethro Tull no álbum Stormwatch (1978) foi um bom exemplo.

Dharma for One e Fruits of Frankenfield foram responsáveis por outros bons momentos, especialmente pelo dinamismo que deram a um set que, como um bom livro de história, apresentou os caminhos seguidos pelo Jethro Tull.

A reta final dedicada ao álbum Aqualung coroou um show de mais de 2h e um set de mais de 20 músicas escolhidas a dedo por Ian Anderson, um verdadeiro showman ainda em 2017. My God e Aqualung, além do curto bis com Locomotive Breath, fecharam a fatura com uma euforia poucas vezes vista nas últimas passagens de Ian pelo Brasil.

Não era só um Best Of do Jethro Tull, mas um reafirmação do tamanho do talento de Ian Anderson a frente de um grupo que quebrou praticamente todos os padrões do rock progressivo. Como um bom bardo, Ian aproximou dois universos até então distantes e o resultado nessa turnê só confirma que, mesmo em um calendário tão cheio, ver um artista de tamanho calibre é capaz de emocionar como uma dose ímpar de qualidade.

A música passa por aqui.

Email:

contato@revistasom.com.br

Fone:

11 98022.7441

Mídias Sociais