All for Joomla All for Webmasters

A Ao vivo

DJ Shadow - Cine Joia/SP (19.10.12)

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

O mundo da música é feito de heróis, de nomes que se tornaram referências ao simbolizar momentos distintos onde criam-se as tendências e quebram-se paradigmas, e um deles é Josh Davis, popularmente conhecido como DJ Shadow. Sem nunca ter pisado em São Paulo durante sua extensa carreira (na última oportunidade se apresentou somente no Rio de Janeiro e Curitiba durante a edição 2006 do TIM Festival), o DJ e produtor americano fez sua estreia na capital paulista na última sexta-feira (19), no palco do Cine Joia.

DJ Shadow se apresentou pela primeira vez em São Paulo - Créditos: Juliana Ronconi
DJ Shadow se apresentou pela primeira vez em São Paulo - Créditos: Juliana Ronconi

Amparado pelo lançamento recente da coletânea Reconstructed e o inédito Hidden Transmissions, disco que reune gravações de meados da década de 90, DJ Shadow subiu ao palco do Cine Joia sem cerimônias após a discotecagem dos DJs Dubstrong e Nuts – que fizeram um bom warm up cheio de hip hop, funk e soul – para dar início a uma performance digna de um mito da produção musical.

Com um discurso rápido falando sobre a satisfação de se apresentar em São Paulo pela primeira vez, DJ Shadow fez questão de evidenciar ao público que não utilizava laptops, assim como também pedia ao público que abrisse a mente para se conectar ao seu trabalho, que iria muito além de gêneros musicais e visava proporcionar uma integração através da música.

Com a premissa de fazer uma set para “mentes abertas”, DJ Shadow cumpriu à risca esse conceito e ignorou um repertório baseado em suas faixas mais clássicas, ou seja, todos que aguardavam por faixas de álbuns como o seminal Endtroducing... (1996) – também conhecido como o embrião do trip hop – ou The Outsider (2006), deveriam esquecer o formato tradicional de um show e simplesmente acompanhar toda técnica e versatilidade de um artista que soube como poucos romper conceitos e abrir novos horizontes em sua música.

Sem fazer tanto uso das possibilidades visuais que o Cine Joia proporciona, DJ Shadow roubou a cena para si. Sem parar um único minuto e imerso em sua música, o produtor americano mostrou em meio a recursos de suas pick-ups o quão orgânico é seu trabalho, independente do gênero que viesse a flertar.

Com um volume extremamente alto, era impossível ignorar a performance de Josh, que fez hip hop, apresentou amigos da California com novas produções, abriu espaço para produções brasileiras, fez o público dançar e mixou drum and bass ao vivo com seus equipamentos, além de caminhar por outras vertentes da música eletrônica como o breakbeat e o dubstep, apresentando um arsenal sonoro que não demorou para conquistar o público.

Em aproximadamente 1h30, Josh conversou com o público e não escondeu a satisfação de ver seu trabalho ser reconhecido a cada etapa de seu set. Com uma verdadeira aula de produção, DJ Shadow mostrou porque seu trabalho é referência em todo mundo, deixando satisfeito um público tão eclético quanto suas músicas.

A música passa por aqui.

Email:

contato@revistasom.com.br

Fone:

11 98022.7441

Mídias Sociais