All for Joomla All for Webmasters

A Ao vivo

Reel Big Fish / Goldfinger - Carioca Club/SP (22.10.11)

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

Se um show pode ser considerado uma festa, Reel Big Fish e Goldfinger são os convidados especiais. É dessa forma que um show dessas bandas pode ser definido e que os brasileiros puderam conferir uma vez mais no último sábado, no Carioca Club em São Paulo.

Após o adiamento da turnê em junho devido a problemas de saúde com Aaron Barret (do Reel Big Fish), a turnê finalmente foi realizada para a alegria dos seus fãs. Com o Carioca Club abarrotado e início pontual às 18h00, o Goldfinger, um dos maiores nomes do ska-core, subiu ao palco e deu o pontapé inicial com um de seus maiores clássicos, Spokesman.

Explosivo como em 2008, quando se apresentou no Via Funchal, o Goldfinger teve a seu favor o formato do Carioca Club, perfeito para shows de médio porte e que se tornou uma escolha certeira da produtora Web Rockers para esse tipo de banda.

Popular na cena alternativa, o Goldfinger surpreende pela popularidade no Brasil, Counting the days foi prova disso, sendo cantada de forma empolgante pelo público.

A festa seguiu com o Goldfinger convocando ao palco parte do público para a execução de Mr. Head, um daqueles momentos em que percebe-se o que é uma banda interagir com o público sem violência e sinceridade.

Coração da banda, o vocalista John Feldmann é um caso sério de interação com público, se o seu show provoca uma catarse no público, John é o estopim para tudo isso. Durante a execução de Open Your Eyes subiu em um dos camarotes e praticou um stage dive sobre o público (sim, você não leu errado, John Feldmann mergulhou sobre um público como se aquele fosse o último show de sua vida), um momento histórico para o público presente.

Ainda passaram pelo set list músicas como Get Up e Miles Away, quando o Goldfinger já ia dando números finais a sua intensa apresentação, mas não sem executar seu maior clássico, Superman, música que praticamente define o estilo e que foi responsável pela sua popularização nessa década. O bis ainda contaria com a versão de 99 Red Ballons, de Nena, clássico da década de 80 e que ganhou uma dose energética da banda, que tradicionalmente encerra suas apresentações com ela. Embora com um show curto, o Goldfinger deixou o palco ovacionado pelos presentes e com o terreno pronto para o Reel Big Fish.

Não demorou para o Reel Big Fish subir ao palco, lenda da chamada terceira geração do Ska, a banda possui uma quantidade considerável de fãs no Brasil e mostra a cada turnê que sua popularidade só aumenta por aqui.

Do início com Everything Sucks e as mais de 20 músicas que a banda tocaria, a figura do insano vocalista Aaron Barrett se faz como referência para toda uma geração de fãs

O setlist contou com músicas de toda carreira do Reel Big Fish e já em Trendy percebia-se que as letras e melodias estavam muito bem decoradas por todo público. Em I Want Your Girlfriend to Be My Girlfriend Too Aaron já começaria com suas brincadeiras em meio a dancinhas no palco e no público.

O primeiro cover da noite foi da clássica Brown Eyed Girl, do cantor irlandês Van Morrison, numa versão que com certeza o faria se orgulhar da ousadia da banda. Ban the Tube Top, Why Do All Girls Think They're Fat e The Kids Don't Like It / In the Pit também empolgaram até outro cover, dessa vez com Kiss Me Deadly, de Lita Ford.

Se em sua maioria o público, formado por adolescentes, não conhecia as versões tocadas pelo Reel Big Fish, de nada isso modificava a empolgação, já que a regra ali era somente se divertir, e para isso o clássico da banda She has a Girlfriend Now, cantada com a presença de uma moça da plateia, trouxe toda histeria de volta.

Vale ressaltar que, mesmo cansado, o público manteve a apresentação sempre empolgante, ainda que não conhecesse parte da discografia da banda, é impossível não se divertir com a performance e a dedicação dos seus integrantes.

Já em sua reta final o Reel Big Fish mandou engatou uma sequência  empolgante com The Set Up, Where Have You Been? e um dos covers mais legais da banda, de Monkey Man, do Toots & The Maytals, e S.R., que antecedeu a clássica Another F.U. Song, quando a banda saiu do palco pela primeira vez.

Próximo de duas horas de apresentação, o Reel Big Fish retornou ao palco para despejar sobre o público seus maiores hits no país, abrindo com Beer, encerrou sua impressionante apresentação com Seel Out e seu cover mais famoso, o de Take On Me, do A-Ha.

Assim como foi dito no início dessa resenha, é impossível não sentir a sensação de que tudo foi mais que um show, mas uma festa. Dois grandes shows que fizeram o público sair esgotado e ansioso por uma nova turnê do Goldfinger e Reel Big Fish no Brasil em breve.

A música passa por aqui.

Email:

contato@revistasom.com.br

Fone:

11 98022.7441

Mídias Sociais