All for Joomla All for Webmasters

E Entrevistas

Previous Next

Entrevista AQUILES PRIESTER

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

Entra ano, sai ano, é raro encontrarmos uma lista que envolva os melhores bateristas nacionais e não encontrar o nome de Aquiles Priester. Com trabalhamos reconhecidos ao lado das bandas Hangar, Angra e Noturnall, o baterista sul-africano - e naturalizado brasileiro - vive atualmente uma nova e importante fase de sua carreira.

Reconhecido internacionalmente, Aquiles chamou a atenção do veterano Primal Fear, com quem excursionou em 2014. Antes disso, em 2012, outro nome que chamou a atenção do baterista foi o extraordinário guitarrista Tony MacAlpine, que convidou Aquiles Priester para integrar a sua banda durante as apresentações do NAMM Show, que ocorreu em janeiro, em Anaheim, Califórnia.

Após as apresentações, foi anunciado que Aquiles  também integraria a banda de MacAlpine na Dream Mechanism Tour Europe para a divulgação do último álbum do renomado guitarrista que ocorreu entre fevereiro e março do mesmo ano. Contudo, as apresentações com o grupo continuaram mais frequentes e o trio, que também conta com Bjorn Englen segue excursionando.

Recentemente Aquiles lançou o DVD duplo “Our Lives, 15 Years Later… Live in Studio!” ao lado de Gustavo Carmo, com quem já havia tocado há mais de uma década. O projeto tem ainda um DVD extra com um vasto material, como três faixas bônus, entrevistas com os músicos, making of da gravação e vídeo aulas de bateria, guitarra, teclado e baixo. Além disso, ao lado do Hangar, o baterista vem divulgando outro DVD, Hangar Live in Brusque/SC, Brazil, gravado na cidade gaúcha.

Em meio a tantos acontecimentos falamos com Aquiles sobre os novos projetos e muitos outros assuntos.

O lançamento do DVD “Our Lives, 15 Years Later” com Gustavo Carmo
Aquiles Priester: A ideia é sempre essa, melhoria contínua. Agora não tenho planos de lançar mais nada esse ano. Gostaria muito de tentar tocar ao vivo com esse material, mas o mercado não ajuda. Vou lançar ano que vem meu novo DVD com música do Stronger Than Ever e com músicas dos dois discos do Noturnall também.

O formato de gravação de Our Lives, 15 Years Later e a divulgação
Aquiles Priester: Esse é um DVD de músicas instrumental de altíssimo nível tocado ao vivo em estúdio. Meus outros DVDs eu sempre utilizei “backing track”, ou seja o risco era menor, pois só eu tinha que tocar bem e acertar minha parte. Como uma banda tocando ao vivo, é mais difícil conseguir um take que todos tocam bem e aparecem bem no vídeo. Mas o DVD está aí para a apreciação de todos. Gostaríamos muito te tocar esse material ao vivo, mas com atual situação acho melhor eu me confortar com o lançamento desse material.

A música instrumental brasileira no mundo
Aquiles Priester: Costumo dizer que sempre que os músicos brasileiros tocam fora do Brasil em festivais de música ou de bateria, ou então em turnês tocando com suas bandas. Os estrangeiros prestam atenção na forma como tocamos. Em termos de ritmo somos imbatíveis. É uma pena que aqui no Brasil não percebam isso.

Realizações
Aquiles Priester: Hoje realizo um grande sonho todas as noites quando estou tocando ao vivo com o Tony MacAlpine. Foi por causa de um disco dele chamado Maximum Security que comecei a tocar esse estilo que toco hoje. Nesse exato momento estou dentro do tour bus indo em direção a San Francisco, onde vamos abrir mais um show da tour “Passion and Warfare 25th Anniversary Tour” do Steve Vai. Não existiria nem um outro lugar do mundo que eu queria estar agora... ;)

Estou feliz com o momento da minha carreira e temos uma química incrível juntos. Eu, o Tony e o Bjorn Englen. Todas as noites festejamos essa grande energia no palco.

Aumento da tecnologia e a relação com a técnica
Aquiles Priester: Acho que você tem toda a razão, pois os bateristas podem soar bem parecidos em estúdio, mas ao vivo você percebe a diferença entre todos... Ao vivo o bicho pega!

O conservadorismo no heavy metal
Aquiles Priester: Acho que tudo que é novo é sempre muito bem-vindo. É importante estar atento a tudo que está rolando no mundo da música, pois isso te transforma e transforma também a sua arte, a sua música. E isso se encaixa também dentro do heavy metal.

A instabilidade política afeta a classe artística?
Aquiles Priester: Com certeza! Veja a nossa situação com o Hangar... CD e DVD novos em folha e agenda vazia. Posso dizer sem medo algum que o Hangar jamais lançará nada novo. Encerramos a produção de material inédito com o CD Stronger Than Ever e com o DVD Live in Brusque, SC – Brazil. O Brasil não comporta novos lançamentos desse porte e também não possibilita a continuidade de trabalhos como esses.

Futuro
Aquiles Priester: Estou focado em fazer os DVDs Aquiles Priester e Gustavo Carmo – Our Lives, 15 Years Later... Live in Studio e Hangar – Live in Brusque, SC Brazil, chegarem ao mercado e ocuparem seu espaço. Tudo que será feito após isso será consequência dessa aceitação dos amantes da música.

A música passa por aqui.

Email:

contato@revistasom.com.br

Fone:

11 98022.7441

Mídias Sociais