All for Joomla All for Webmasters

L Lançamentos

Previous Next

John Mayall - Talk About That

User Rating: 0 / 5

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

John Mayall é uma lenda do blues e ponto. Ponto final. Dono de uma das carreiras mais brilhantes da história do blues, também foi responsável por catapultar uma enormidade de artistas que ao longo dos anos se tornaram muito mais populares que o próprio e nem assim assumiu uma condição amargurada. Ao contrário, sempre se certificou de estar cercado de bons músicos, algo que sempre garantiu lançamentos de algo nível.

Seu último álbum, Talk About That, é a síntese de tudo o que foi dito acima, porém com uma dose de vitalidade acima da média, fazendo desse um dos discos mais importantes de sua carreira. Acompanhado de Greg Rzab (baixo), Jay Davenport (bateria) e o bom Rocky Athas (guitarra), Mayall ainda tem em sua formação a participação do lendário guitarrista Joe Walsh, um dos pilares do patrimônio americano do Eagles, reforçando ainda mais o fato do músico inglês estar sempre cercado de bons nomes.

Talk About That é de uma serenidade ímpar quando comparado aos também bons A Special Life (2014) e Find A Way To Care (2015). A sensação de que em seus discos anteriores Mayall tenta reviver algo do passado parece soar nostálgico demais, algo que não acontece nesse disco. Tudo soa atual e vigoroso desde o início, com a boa sequência formada por pela faixa título do disco e It’s Hard Going Up, um autêntico blues inglês ao estilo Savoy Brown.

O choque de realidade acontece no duelo entre Mayall e Joe Walsh em The Devil Must Be Laughing, trabalho que tem tudo para virar um dos grandes clássicos da carreira de alguém que nenhum livro de história será capaz de narrar todos os benefícios proporcionados ao blues inglês. Walsh também empresta seu talento na boa Cards on the table e denuncia que essa é uma parceria que poderia render muitos frutos caso fosse mantida. E daí em diante Talk About That é um deslizar de solos e linhas vocais de quem soube se preservar durante toda a vida.

Sem abusar da longevidade de cada faixa, Mayall se destaca em um curto repertório que ainda inclui bons trabalhos como em Blue Midnight e Across the County Line, ambas já na reta final de um disco que não se alonga e investe principalmente no groove de artistas como Dr. Lonnie Smith.

Essa variação apresentada em doses quase homeopáticas não afasta Mayall do blues, ao contrário, revigora o som do tecladista inglês, que acerta na mudança de direção de seu último álbum, composto inteiro por ele e inspirado em mudanças sociais, preconceito racial, guerras e até mesmo problemas climáticos. Assim como que Jeff Beck fez em seu último álbum, Mayall também tinha algo a dizer. E aproveitou sua vitalidade para dizer isso logo, fazendo valer a urgências de novos tempos.

Talk About That beira a perfeição e pode ser comparado aos grandes clássicos da carreira do bluesman inglês. John Mayall está mais vivo do que nunca. Vida longa a John Mayall.

A música passa por aqui.

Email:

contato@revistasom.com.br

Fone:

11 98022.7441

Mídias Sociais