All for Joomla All for Webmasters

L Lançamentos

Previous Next

Almir Sater & Renato Teixeira - AR

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

Donos de uma voz única, capaz de emocionar em segundos, Almir Sater e Renato Teixeira, além do próprio Sérgio Reis, são responsáveis por uma cena cada vez mais ausente do mainstream.

Responsáveis por manter viva as raízes da música brasileira, em especial a sertaneja, o trio vez por outra se reúne para a gravação de algum projeto, atividade que se repete uma vez mais com o belíssimo AR, fruto de mais uma parceria entre Renato Teixeira e Almir Sater.

Diferente do premiado Amizade Sincera, onde celebra-se das mais variadas formas uma amizade, AR soa mais introspectivo e reflexivo, um caminho onde tanto Renato como Almir Sater souberam explorar durante a carreira evocar sentimentos tão puros da vida de cada brasileiro. Composto por 10 faixas que dificilmente ultrapassam os 4 minutos, o disco é curto, mas extremamente eficiente, apresentando um repertório para ser repetido por várias e várias vezes.

Ponto fora da curva dos lançamentos atuais, existe uma magia em AR que é logo percebida nos primeiros acordes de D De Detino, onde em poucos segundos torna-se perceptível a essência do disco. Alternando os vocais, Renato e Almir fazem do lamento de suas composições o instrumento de reflexão para um novo olhar sobre a vida, tônica reforçada na ótima Espelho D'Água.

Sem rodeios (literalmente) e avançando por seu repertório, Almir Sater e Renato Teixeira dão forma ao disco com belíssimas faixas como A Flor Que A Gente Assopra e Juro, uma das melhores do disco. Vivendo bom momento profissional, chega a ser assustadora a forma como as vozes de ambos quando combinadas dão corpo a faixas de letras simples e que fogem da superficialidade de um gênero que hoje é o mais popular do país.

Primando por sua serenidade, a dupla consegue realizar um trabalho “reto”, sem variações como a estrada da vida que narram. Percorrendo percalços amorosos, amizades longínquas e o próprio dia-a-dia, Renato e Almir trazem o ouvinte para sua intimidade a ponto de dar a sensação de que estarem ali, no quarto de casa, falando todas essas coisas. Distante da grandiosidade que seus nomes exalam, AR é o tipo de disco que merece ser ouvido várias vezes, um contraponto com a cultura de plataformas digitais e até mesmo a cultura da “música de trabalho”, hoje tão distante do formato do disco.

Feito sob medida para os fãs da dupla, AR é mais um dos muitos álbuns de artistas de legados irrepreensíveis e uma pedida importante nesse início de ano. Distante de tendências em toda sua extensão, nasce clássico e atemporal, uma marca registrada de artistas que há tempos escreveram seus nomes na história.

A música passa por aqui.

Email:

contato@revistasom.com.br

Fone:

11 98022.7441

Mídias Sociais