All for Joomla All for Webmasters

L Lançamentos

Previous Next

Mahmundi - Mahmundi

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

Foram dois EPs e um reconhecimento razoável na cena alternativa. Aí veio o primeiro disco “cheio” e pronto, aconteceu.

Dona de um dos melhores discos de 2016, Marcela Vale, que é reconhecida pelo nome artístico de Mahmundi, conseguiu transformar seu homônimo álbum de estreia em uma experiência sinestésica quase surreal ao mesclar a tecnologia com sua voz em uma fusão repleta de sensibilidade.

Disco que foi produzido pela própria Marcela, nome de Mahmundi, o álbum faz parte do projeto Skol Music, que tem sido bastante feliz em suas escolhas no último ano. Contando com uma arte gráfica que praticamente complementa o som da cantora carioca, o disco se situa entre a música eletrônica e a MPB com uma pitada de new wave que flutua do início ao fim.

Ao melhor estilo “cada nota certa no lugar certo”, o disco de estreia de Mahmundi encanta pela simplicidade. Sua trinca inicial, formada pelas ótimas Hit,  Azul e Eterno Verão são seguramente uma dos melhores inícios de disco vistos nos últimos meses.

Dona de uma voz que lhe propicia a condição de exalar uma naturalidade essencial para grandes artistas, a sensação de que som e voz caminham como uma única coisa dá ao disco uma fluência fundamental para seu andamento.

Sem apostar em uma psicodelia ou experimentalismo que lhe tire do eixo, Mahmundi parece ir justificando cada elemento de seu material gráfico a cada faixa, como um quebra-cabeça que vai se formando com sua figura ao centro. Meu Amor e Calor do Amor são bons exemplos de como o disco transpõe uma solidez do início ao fim.

Ainda que um mínimo sentimento de letargia domine sua reta final, o disco passa longe de se perder nas arrastadas Leve e Quase Sempre, onde a voz da cantora carioca permanece sempre a frente das programações que dão vida à sua música.

A escolha desse tracklist ganha sentido com a sensação de aumento de temperatura provocada pelo fim do disco. Em sua capa o sol. E Mahmundi é o sol. Daí sua presença cada vez mais a frente do projeto (e da capa).

Disco para ser ouvido por repetidas vezes, o álbum de Mahmundi causa uma sensação de bem-estar similar ao trabalho realizado por Silva e suas milimétricas produções, algo que vai bem além da MPB tradicional e aponta um rumo nesse tipo de produção.

Passando uma lição de simplicidade, o disco apresenta dá sua última cartada com Sentimento, palavra que talvez seja o maior trunfo do trabalho de uma artista que escreve com louvor seu primeiro capítulo completo no mundo da música.

A música passa por aqui.

Email:

contato@revistasom.com.br

Fone:

11 98022.7441

Mídias Sociais