All for Joomla All for Webmasters

L Livros

Previous Next

John Lennon - A Vida (Autor: Philip Norman)

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

Não conheço ninguém que não goste dos Beatles, com exceção de uma colega que sempre ouvia Yellow Submarine na sala de espera do dentista e até hoje tem trauma dos garotos de Liverpool.

Dentre todos os Beatles, John Lennon é uma espécie de figura mítica para quase todo mundo. John Lennon – a vida, livro de Philip Norman, é uma biografia que pretende trazer o mito de volta à condição de homem.

Certo é que Lennon teria vocação para personagem de livro mesmo que não fosse excepcionalmente criativo. Há muita história a ser contada, desde a infância conturbada de John até o trágico final de sua vida. Philip Norman, munido de depoimentos de diversas pessoas próximas ao beatle e com a bênção de Yoko Ono, não poupa o leitor de casos pitorescos – incluindo insinuações da atração incestuosa de John Lennon por sua mãe e do caráter homerótico de sua relação com Paul McCartney e Stu Suttcliffe, primeiro baixista dos Beatles.

Essa riqueza de detalhes constitui de forma paradoxal a força e a fraqueza do livro. O texto se torna por vezes descritivo em demasia. A leitura não é fácil. São mais de 800 páginas de minúcias que exigem paciência e dedicação. Coisa para quem é fã de verdade.

No entanto, o verdadeiro mérito dessa biografia é o de fazer um retrato sincero do artista e da pessoa que foi John Lennon. O Lennon da obra é um sujeito problemático, bondoso, contraditório e genial. O biógrafo não o coloca em um pedestal – e nem na lama.

O melhor trecho do livro é, sem dúvida, a parte final, com as memórias de infância do filho de John e Yoko, Sean Lennon. Norman não deixa o leitor com o sinistro fim, mas com uma recordação doce e inocente do músico que influenciou todas as gerações de roqueiros que o sucederam.

A música passa por aqui.

Email:

contato@revistasom.com.br

Fone:

11 98022.7441

Mídias Sociais